Sobre

Quando nasce uma mãe, nasce junto com ela um mundo de dúvidas, medos e feridas, não é mesmo?

Ter um bebê nos braços pode ser doce. Mas enfrentar a aridez da maternidade sozinha é complicado.

Imagine chegar a este mundo, sem conhecer nada, nem ninguém, sem apoio, sem nenhum norte, querendo receber um sorriso, um abraço, um olhar, mas ao invés disso, ter apenas perguntas sem respostas.

E enquanto nós, mulheres atravessamos com maior ou menor desespero os períodos puerperais, sentindo-nos estranhas, loucas ou desequilibradas, uma palavra de apoio, a troca de experiências com outras na mesma situação que você é sempre bem-vinda!

Então bem-vinda a maternidade. Bem-vinda a mão, a palavra, ao olhar, o cuidado. Basta uivar um pouquinho mais alto para que todas outras te ouçam. A mim, cabe apenas nos aproximar dessas vozes.

Com amor,

Mãe da Giulia e Maria,

 

Nah!

Compartilhar
Powered by WordPress | Designed by: suv | Thanks to trucks, infiniti suv and toyota suv